05/05/2021 +55 (83) 988111301

Geral

frente

Em carreata, associações de pessoas com deficiência pedem prioridade na vacinação contra a Covid-19, no Rio

Por Jr Blitz 17/04/2021 às 13:06:59
Carreata Vacina Já reuniu cerca de 120 pessoas em 50 carros, no trajeto entre Leme e Copacabana, na Zona Sul. Movimento que sensibilizar as autoridades sobre a vulnerabilidade das pessoas com deficiência. Carreata Vacine Já percorre ruas do Leme a Copacabana pedindo prioridade na vacinação para pessoas com deficiência

Divulgação/Arar

Com aproximadamente 50 carros e 120 pessoas, a Aliança Rara Rio (Arar) - que reúne 40 associações e entidades de pessoas com deficiência - fez uma carreata na manhã deste sábado, do Leme a Copacabana, na Zona Sul do Rio, pedindo prioridade na vacinação contra a Covid-19.

A carreata "Vacina Já", teve o apoio de um carro de som, no qual os participantes informavam ao longo do trajeto - eles não pararam para evitar aglomeração - que as pessoas com deficiência são mais vulneráveis à pandemia e têm mais chances de morrer, se infectadas.

Integrante da Arar, Cristiano Silveira contou que o grupo já teve reuniões com as secretarias municipal e estadual de saúde e com a Secretaria da Pessoa com Deficiência, mas não conseguiu a inclusão dessas pessoas nos grupos prioritários de vacinação, como por exemplo, o de pessoas com comorbidades.

"Infelizmente, as autoridades não atenderam nossas reivindicações. Estudos mostram que pessoas com alguns tipos de deficiência não chegam aos 60 anos de idade. Muitos morrem antes de chegar a data da vacinação. E a outros tipos de deficiência, por exemplo, que não são consideradas comorbidades, mas que deixam as pessoas extremamente vulneráveis. Como por exemplo, os cegos, que usam as mãos o tempo todo, tateiam objetos e pessoas a todo instante, e por isso, correm muito mais riscos de contaminação. Vamos continuar fazendo campanhas para sensibilizar as autoridades", disse Silveira.

Fonte: G1

Comunicar erro
Comentários