16/05/2022 +55 (83) 988111301

Manchetes

Camarade de vereadores de joao pessoa

Covid-19: UFTM volta atrás e anuncia que aulas serão presenciais em fevereiro, mas com capacidade limitada a 60%

Por Jr Blitz 27/01/2022 às 16:37:22
Na quarta (26), universidade havia definido que aulas seriam remotas em Uberaba e Iturama, devido ao cenário da pandemia. Nesta quinta (27), decisão foi revista e instituição pediu desculpas à comunidade. Campus do UFTM em Iturama

Abimael Alves Rubinho/ UFTM

Após definir na quarta-feira (26) que as aulas voltariam no dia 7 de fevereiro no formato remoto, a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) voltou atrás e informou na tarde desta quinta-feira (27) que o retorno às aulas será realizado com 60% da capacidade dos campi de Uberaba e Iturama.

"A Pró-Reitoria de Ensino (Proens) pede desculpas a sua comunidade pelo transtorno ocasionado e está à disposição para dirimir quaisquer questionamentos", se manifestou a instituição em um comunicado.

O anúncio sobre o retorno do ano letivo de forma remota, diante do atual cenário pandêmico, foi realizada de forma equivocada, segundo a Proens. Isso porque, decisões que impactem o ensino devem ser deliberadas em conjunto pelo Conselho de Ensino e com a aprovação da Reitoria.

"Esclarecemos que a pandemia e suas repercussões são dinâmicas e que a atual situação sanitária exige cautela e tomada de decisões em conjunto e com a aprovação da Reitoria".

Agora, a definição de retomar o semestre com aulas presenciais, porém limitadas a 60% da capacidade dos campi, acompanha a decisão tomada na segunda-feira (24), quando a UFTM regrediu à Etapa 3 do Plano de Retomada da Instituição. A norma também está de acordo com o Decreto Municipal nº 1.672.

Avaliação do cenário

Segundo a Proens, a situação sanitária é analisada todo início de semana em reuniões do Comitê Especial de Acompanhamento (CEA/UFTM) com a participação de representantes de unidades administrativas, unidades e institutos acadêmicos.

Nas reuniões, são deliberadas decisões sobre eventuais ajustes necessários a serem adotados em relação aos protocolos de biossegurança da instituição.

Mediante novos dados analisados, a UFTM informou que poderá adotar mudanças no formato de ensino para ações presenciais e/ou remotas utilizando, bem como avançar ou retroceder nas etapas do Plano de Retomada da Instituição.

Entenda o caso

Na quarta-feira, a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) havia definido que o calendário acadêmico seria mantido, com início das aulas no dia 7 de fevereiro, porém com aulas no formato remoto. Já as disciplinas práticas e estágios que não pudessem ocorrer em formato remoto estariam suspensos até o dia 7 de março.

A decisão, válida para os campi de Uberaba e Iturama, foi tomada após reunião da Pró-Reitoria de Ensino (Proens) com o corpo direto da instituição para avaliar os dados atuais da Covid-19 em Uberaba e a onda de disseminação da variante ômicron. Fatores que, com aulas presenciais, poderiam agravar ainda mais os índices de contaminação do município e acarretar sobrecarga nos atendimentos da rede pública de saúde.

No encontro também havia ficado definido que, após um mês do início do ano letivo, haveria nova reunião para reavaliar a situação e os dados epidemiológicos locais, para deliberar sobre a possibilidade de que as aulas fossem ofertadas no formato presencial.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

N

Fonte: G1

Comunicar erro
Comentários