28/01/2022 +55 (83) 988111301

Mundo

Inglaterra reduz para 5 dias isolamento de infectados com Covid-19

Por Jr Blitz 13/01/2022 às 09:55:45
Medida tenta frear a escassez de mão de obra em meio a surto da variante ômicron, mais transmissível. Pessoas caminham pela Oxford Street, em Londres, em 18 de dezembro de 2021, durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19)

Frank Augstein/AP

O governo da Inglaterra anunciou nesta quinta-feira (13) que o período mínimo de quarentena para pacientes infectados com a Covid-19 vai ser reduzido de 7 para 5 dias.

A medida, no entanto, deve obrigatoriamente acompanhar a realização de dois testes diagnósticos da doença que deverão ter resultado negativo para o vírus, informou o secretário de saúde Sajid Javid.

"Tomamos a decisão de reduzir o período mínimo de auto-isolamento para cinco dias inteiros na Inglaterra", disse Javid ao Parlamento.

A medida tenta frear a escassez de mão de obra em meio ao surto da variante ômicron, mais transmissível, e cede à pressão de empresários e de outros setores da economia.

"A partir desta segunda-feira, as pessoas poderão se testar duas vezes antes de deixar o isolamento no início do sexto dia de sintomas", explicou.

Isolamento no Brasil

No Brasil, o Ministério da Saúde anunciou no início desta semana novas regras de isolamento para pacientes com Covid: de 5 a 10 dias. O protocolo prevê as seguintes situações:

Isolamento por 5 dias: vale para pacientes sem sintomas respiratórios ou febre nas últimas 24 horas. É necessário fazer um teste negativo para sair do isolamento;

Isolamento de 7 dias: para sair no 7º dia, basta não ter mais sintomas. Não é preciso testar;

Se no 7º dia ainda tiver sintomas, o paciente pode fazer o teste e, se der negativo, sair do isolamento. Em caso de teste positivo, o isolamento continua até o 10º dia;

Após o 10º dia, se não houver mais sintomas, o paciente sai do isolamento sem necessidade de teste.

Em todos os casos de liberação antes do 10º dia, deve-se evitar contato direto com outras pessoas e aglomerações e reforçar medidas como uso de máscara e higienização das mãos.

Em outros países

Nos Estados Unidos, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) atualizou suas diretrizes de isolamento.

O tempo recomendado passa de 10 para 5 dias, seguido de uso constante de máscara por mais 5 dias quando o paciente estiver em contato com outras pessoas.

Aqueles que ainda têm febre e cujos sintomas não estão diminuindo devem permanecer isolados.

Segundo o CDC, a mudança é motivada pelas evidências científicas já conhecidas, que demonstram que a maior parte da transmissão ocorre no início do curso da doença.

Para contornar a escassez de funcionários da saúde, na França, médicos e enfermeiros infectados, mas com poucos ou nenhum sintoma, podem seguir trabalhando.

Fora do setor de saúde, para aqueles não abrangidos por esta isenção especial, as regras de quarentena exigem pelo menos cinco dias de auto-isolamento para os vacinados positivados.

Para os não vacinados, o auto-isolamento é de pelo menos sete dias.

Governos e indústrias alertaram que as regras de isolamento estão criando escassez de pessoal em vários setores, já que a variante ômicron causa surtos de infecções em muitos países.

Fonte: G1

Comunicar erro
Comentários

Queremos Saber!

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE A FAMÍLIA FIGUEIREDO NA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA CIDADE DE BAYEUX