06/05/2021 +55 (83) 988111301

Bayeux

frente

Aulas presenciais em Bayeux não devem retornar por pelo menos 15 dias

A prefeitura de Bayeux recebeu uma comissão de diretores de escolas particulares semana passada para discutir a proposta após uma mobilização da categoria

Por Jr Blitz 13/04/2021 às 07:17:48

O retorno das aulas presenciais em Bayeux na rede pública e no setor privado de forma integral não deve acontecer nos próximos dias. Pelo menos é que se pode abstrair da posição do governador João Azevêdo sobre o assunto, questionado nesta segunda-feira (12). Ele ressaltou a queda nos números da Covid-19 na Paraíba, mas espera números mais consistentes.


"Não posso antecipar uma decisão como essa, mas esse fator será levado em consideração. Esses dados que estamos hoje celebrando indicaram que decisões tomadas nos decretos anteriores foram acertadas. O resultado tá aí. ainda vamos ter que colher o fruto do último decreto com restrição maior", disse.

O desejo é que o retorno ocorra em momento mais seguro. João disse que nova avaliação ocorrerá em 15 dias.

Leia mais:
- Volta às aulas em Bayeux: diretores de escolas particulares se reúnem com prefeita e vereadores e tentam chegar a um acordo

A prefeitura de Bayeux recebeu uma comissão de diretores de escolas particulares semana passada para discutir a proposta após uma mobilização da categoria. Ficou acertado na última quinta-feira que a gestão municipal iria aguardar um novo posicionamento do decreto estadual para definir, mas que pelo que foi dito pelo governador, a suspensão deve continuar e uma nova avaliação será feita em duas semanas.

"Nosso anseio é que essa queda seja constante, prolongada, para que a gente possa colocar em prática o plano de retomada da educação com segurança, parte híbrida e presencial, que não conseguimos colocar em prática por conta da explosão de casos da Covid. Mantidos esses números, menor ocupação de leitos pode se pensar. Mas não posso antecipar pois será avaliado com o prazo de 15 anos", declarou.

Em Cabedelo, na última terça-feira (6), as instituições privadas de ensino infantil e fundamental I e II estão autorizadas a funcionar de forma presencial, mantendo todos os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades sanitárias e adotando o modelo híbrido de ensino, de forma que os pais e/ou responsáveis possam escolher o mais conveniente.

Fonte: Bayeux em foco/BlitzParaiba

Comunicar erro
Comentários