17/04/2021 +55 (83) 988111301

Geral

frente

Exames não indicam imunização nas pessoas que participaram da vacinação clandestina, diz PF

Por Jr Blitz 07/04/2021 às 21:19:22
De acordo com a Polícia Federal, os depoimentos colhidos até agora apontam que duas mil pessoas podem ter recebido doses do falso imunizante contra a Covid. Exames não indicam imunização nas pessoas que participaram da vacinação clandestina, diz PF

Exames de laboratório não indicaram imunização contra Covid nas pessoas que participaram da vacinação clandestina em Belo Horizonte.

A Polícia Federal ouviu nesta quarta (7), sem revelar nomes, mais duas pessoas que tomaram o suposto imunizante contra a Covid aplicado pela cuidadora de idosos que se passava por enfermeira. Cláudia Pinheiro, o filho dela, Igor Torres, e o genro, Júnior Guimarães foram indiciados por associação criminosa e falsificação. A polícia pretende ouvir 60 pessoas até sexta-feira (9).

De acordo com a Polícia Federal, as pessoas ouvidas apresentaram exames laboratoriais para detecção de anticorpos contra o coronavírus. O resultado dos exames é negativo, o que indica que essas pessoas não foram imunizadas contra Covid. A principal hipótese da polícia é de que houve golpe.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, os depoimentos colhidos até agora apontam que duas mil pessoas podem ter recebido doses do falso imunizante contra a Covid. Cláudia Pinheiro saiu da prisão no sábado (3) e responde ao inquérito em liberdade.

O advogado de Cláudia Pinheiro, do filho e do genro dela disse que só vai se manifestar depois de ter acesso a todo o conteúdo da investigação.

Fonte: G1

Comunicar erro
Comentários