Blitz Paraiba

leia mais:

Maranhão defende mais de um nome para o Governo: “quanto mais cabra, mais cabrito”

Maranhão disse que a oposição está em situação privilegiada porque tem três potenciais candidatos e afirmou que o eleitorado paraibano é bastante esclarecido e maduro e tem a competência de escolher


“Quanto mais cabra, mais cabrito. É melhor que o povo da Paraíba tenha mais de uma opção, em todos os campos”, disse Maranhão (Foto: Walla Santos)

O senador José Maranhão (MDB) defendeu, nesta segunda-feira (05), a possibilidade das oposições saírem com mais de uma candidatura ao Governo do Estado nas eleições de outubro. “O certo é que o povo da Paraíba é quem vai fazer a escolha, e por que não dar maior chance ao povo da Paraíba”, argumentou o emedebista, durante visita do ministro dos Transportes Maurício Quintella à Paraíba.

Contrariando o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que defende a escolha de um único nome das oposições, Maranhão disse que a oposição está em situação privilegiada porque tem três potenciais candidatos e afirmou que o eleitorado paraibano é bastante esclarecido e maduro e tem a competência de escolher.

“Quanto mais cabra, mais cabrito. É melhor que o povo da Paraíba tenha mais de uma opção, em todos os campos”, disse Maranhão, durante entrevista nesta manhã. A tese é admitida por alguns integrantes do PSDB, que tem o prefeito de Romero Rodrigues como pré-candidato ao Governo.

Leia mais: Cartaxo diz que oposição é desunida e não tem prazo para deixar prefeitura

Luciano Cartaxo voltou a reclamar, nesta segunda-feira (5), da indefinição da oposição e afirmou que houve prejuízo para o grupo. Ele defendia uma definição do candidato ainda em janeiro deste ano, mas não conseguiu convencer os aliados.

Já o senador José Maranhão minimizou as divergências internas no MDB, lembrando que a Executiva Estadual do partido tomou uma decisão em março de 2017 para lançamento de candidatura própria ao Governo do Estado em 2018.

Leia mais: Ministro dos Transportes diz que demora na retirada de postes pela Energisa atrasou obras da BR-230

“Evidente que estamos fazendo um esforço para que a chapa proporcional seja uma chapa forte e com largas possibilidades de ganhar”, frisou o senador.

A entrevista repercutiu na Rádio Correio.

ClickPB/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!