Blitz Paraiba

leia mais:

Justiça converte preventivas de vereadores do Conde em prisão domiciliar, com tornozeleira

Malbatahan Pinto Filgueiras Neto, o Malba, junto com Ednaldo Barbosa, o Naldo Cell, são suspeitos de participar de um esquema de corrupção envolvendo a devolução de salários pagos a assessores de parlamentares contratados sem concurso público.​

Eles foram presos ontem na Operação Cavalo de Troia. (Foto: Reprodução)

O Juiz André Ricardo de Carvalho Costa, da Comarca de Conde determinou a conversão da prisão preventiva dos vereadores Malba de Jacumã (SDD) e Naldo Cell, em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. A decisão foi proferida durante audiência de custódia realizada nesta terça-feira (7). Eles foram presos ontem na Operação Cavalo de Troia.

Segundo a decisão, os vereadores estão proibidos de se ausentar da residência, não podem mudar de endereço, não podem receber visitas salvo familiares e advogados, também estão proibidos de ter contato com funcionários públicos e prestadores de serviço do município. Além dessas condições também ficou suspenso o exercício da função de vereador. Ambos devem comparecer a todos os atos do inquérito e da instrução criminal sempre que forem chamados em juízo. Qualquer descumprimento dessas condições, pode resultar na revogação imediata da prisão domiciliar.

Malbatahan Pinto Filgueiras Neto, o Malba, junto com Ednaldo Barbosa, o Naldo Cell, são suspeitos de participar de um esquema de corrupção envolvendo a devolução de salários pagos a assessores de parlamentares contratados sem concurso público.

Saiba mais: Operação Cavalo de Troia prende vereador Malba de Jacumã

ClickPb/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!