Blitz Paraiba

leia mais:

Dia tem shopping atacado, delegacia arrombada, fugas e assaltos

Onda de insegurança que tomou conta da Paraíba entre a noite dessa terça e as 12h desta quarta

95

Agência bancária e lojas de shoppings atacados por bandidos, delegacia arrombada, comerciante baleado durante tentativa de assalto e fuga de presos em cadeia pública. Esse é o resumo da insegurança que tomou conta da Paraíba entre a noite dessa terça-feira e as 12h desta quarta-feira (17).

Por ordem cronológica, o primeiro crime foi registrado na noite dessa terça, no município de Casserengue, no Agreste paraibano, a 158 quilômetros de João Pessoa, onde um homem arrombou o portão da Delegacia de Polícia Civil e roubou uma moto apreendida que estava guardada no pátio.

Segundo a polícia, o suspeito foi identificado e a moto recuperada na casa dele, porém, o homem havia fugido.

Madrugada violenta em CG

Em Campina Grande, a madrugada foi de muita violência, com tiros, pessoas feitas como reféns e susto durante uma invasão de cerca de 20 criminosos a um setor do Shopping Partage. A movimentação foi filmada por moradores próximos do local do crime.

Os criminosos usaram explosivos, marretas, armas e até veículos tomados por assalto para executar a onda de crimes que resultaram na destruição de parte do shopping e reféns nas ruas, provocando terror.

O crime foi praticado a poucos metros da sede da Polícia Federal na cidade. Testemunhas que filmaram a ação dos bandidos questionaram a falta de ação da polícia: “Cadê a polícia que não chega?”.

O secretário-adjunto de Segurança, Jean Nunes, falou que as polícias Civil e Militar estão articuladas para elucidar o crime e prender suspeitos. Apesar disso, ele disse que não poderia dar mais detalhes porque teriam relação com o serviço de inteligência e não poderiam ser revelados.

 

 

Também nesta quarta, dessa vez pela manhã, dois funcionários de uma loja estavam abrindo o estabelecimento, no Centro de Campina Grande, quando foram abordados por bandidos.

Segundo a polícia, as vítimas foram feitas reféns. Conforme a TV Correio, os criminosos entraram no local, roubaram cerca de 50 celulares e ainda agrediram as vítimas. Os bandidos fugiram e não foram presos.

Fuga de presos no Agreste

Na manhã desta quarta, três presos fugiram da Cadeia Pública de Ingá, Agreste paraibano, a 108 quilômetros de João Pessoa. A polícia informou que dois detentos foram recapturados, mas um seguia foragido até o fechamento desta matéria.

Comerciante baleado

Em Riachão do Poço, na Zona da Mata paraibana, a 45 quilômetros de João Pessoa, também na manhã desta quarta, um comerciante foi baleado durante uma tentativa de assalto.

A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Na tarde desta quarta, um suspeito de atirar contra a vítima foi preso.

Cantora assaltada

Em João Pessoa, na tarde desta quarta, a cantora e compositora paraibana Renata Arruda foi vítima de um assalto quando estava próximo a sua residência, no bairro do Aeroclube, em João Pessoa.

Os bandidos abordaram a cantora e mandaram ela descer do veículo. “Estava próxima de casa, os caras aproveitaram que era uma esquina e me renderam, porém, o carro tem uma trava de segurança, os bandidos não conseguiram sair. Roubaram apenas minha carteira com documentos e cartões de crédito”, disse Renata Arruda.

Portal correio/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!