Blitz Paraiba

leia mais:

Nasa investiga primeira acusação de um crime cometido no espaço

Nasa está investigando o caso de uma astronauta que foi acusada de acessar a conta bancária de sua ex-esposa durante uma missão de seis meses no espaço Foto: reprodução/twitter A astronauta veterana e tenente-coronel do Exército dos Estados Unidos, Anne McClain, foi acusada de ter acessado indevidamente a conta bancária de Summer Worden, sua ex-mulher,… View Article

Nasa está investigando o caso de uma astronauta que foi acusada de acessar a conta bancária de sua ex-esposa durante uma missão de seis meses no espaço


Foto: reprodução/twitter

A astronauta veterana e tenente-coronel do Exército dos Estados Unidos, Anne McClain, foi acusada de ter acessado indevidamente a conta bancária de Summer Worden, sua ex-mulher, usando computadores da Nasa enquanto a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). A agência norte-americana investiga o caso.

Worden, uma ex-oficial de inteligência da Força Aérea, ficou desconfiada depois que McClain citou despesas bancárias específicas durante uma briga. Ela contatou seu banco e descobriu que sua conta tinha sido acessada a partir de um computador conectado a uma rede da Nasa. Na data do acesso, McClain estava a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) como parte da Expedição 58, entre Dezembro de 2018 e Junho de 2019.

A ex-oficial da Força Aérea apresentou uma queixa contra McClain junto à Comissão Federal de Comércio (FTC), alegando que McClain havia cometido roubo de identidade, apesar de nenhum valor ter sido movimentado, de acordo com o The New York Times.

Segundo os pais de Worden, a invasão de McClain faria parte de um plano para conseguir a custódia do filho da ex-oficial da Força Aérea. No entanto, a astronauta defende-se, alegando que nunca foi impedida de acessar a conta bancária, pois Worden estava usando a mesma senha que usou durante o relacionamento e nunca lhe disse para parar de acessar a conta.

McClain twittou depois que a história ganhou as manchetes, dizendo que “inequivocamente não há verdade nas alegações de [Worden]” e disse que o incidente era parte da “dolorosa separação pessoal” que o casal estava passando.

As duas casaram-se em 2014, mas Worden pediu pelo divórcio quatro anos depois, quando McClain a acusou de agressão. Worden nega essa acusão e diz que faz parte dos esforços da astronauta para conseguir a custódia do filho.

McClain havia alcançado as manchetes antes desse seu divórcio conturbado. A astronauta faria parte de uma missão 100% feminina na Lua, porém a Nasa cancelou os planos por não ter trajes espaciais suficientes no tamanho das mulheres.

Olhar Digital/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!