Blitz Paraiba

leia mais:

Brasil e mais oito países concorrem para sediar Copa Feminina em 2023

Foi o recorde de inscrições para receber o próximo Mundial de futebol para mulheres; Fifa define sede escolhida em março de 2020

Taça da Copa do Mundo Feminina de Futebol

Taça da Copa do Mundo Feminina de Futebol

Lucas Figueredo/divulgação CBF

A Fifa (Federação Internacional de Futebol) divulgou na manhã desta terça-feira os nove países que se apresentaram para sediar a Copa do Mundo Feminina em 2023. Depois da experiência e da estrutura montada para a Copa 2014, o Brasil é um dos concorrentes para receber a competição.

Os outros oito países na disputa são: Argentina, Austrália, Bolívia, Colômbia, Japão, Coreia do Sul, Nova Zelândia e África do Sul. De acordo com a federação, este é o recorde de candidaturas desde a criação da competição em 1991 e nenhum dos concorrentes já receberam o Mundial.

Os países têm até o dia 16 de abril para submeter os projetos à Fifa, que vai publicá-los em outubro em seu site. Em março de 2020 vai ser divulgado o local escolhido para a Copa.

A Fifa informou que pretende fazer um processo de escolha “justo e transparente” e vai preferir candidaturas que apresentam compromisso com sustentabilidade e  direitos humanos.

R7/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!