Blitz Paraiba

leia mais:

Família de Marielle na PB comenta prisão: “Nada vai amenizar a dor de perdê-la”

Alexandra Camilo, prima de Marielle que mora em João Pessoa, conversou com o Portal T5​

Foto: Arquivo Pessoal/ Reprodução – Web

A prisão dos suspeitos de participação na morte de Marielle Franco, na manhã desta terça-feira (12), mobilizou família, ativistas e correligionários da ex-vereadora. Alexandra Camilo, prima de Marielle que mora em João Pessoa, conversou com o Portal T5 e falou sobre a notícia da prisão dos supostos envolvidos.

“Também fui surpreendida com essa notícia esta manhã. Não temos muito o que dizer. E nos somamos ao coro de que é necessário descobrir quem mandou matar minha prima Marielle”, disse .

A estudante de Direito relatou que toda família ainda sofre pela forma cruel e covarde que a ex-vereadora foi morta.

“Preciso acrescentar que nenhum dinheiro pagará a dor da família, nenhuma punição será suficiente para amenizar a dor que sentimos ao perder um ente querido de forma tão cruel”, relatou.

Alexandra disse ainda que a bandeira que Marielle levantou não pode cair e que a prima lutava sempre por uma sociedade mais justa, principalmente com as minorias.

“Entendo que foi um crime político. É uma dor imensa que sentimos todos os dias. Mas não podemos deixar cair a bandeira que ela levantou. E clamamos por justiça! A luta dela sempre será a de todas as mulheres por uma vida melhor, por uma sociedade mais justa. Precisamos da ajuda de todos. Para suportar essa dor juntas e abraçadas. Não podemos baixar a guarda. Não vão nos silenciar”, finalizou.

T5/BlitzParaiba

0 Comentários

Deixe o seu comentário!